Amigo, este fórum foi desativado. Vc terá todo conteúdo atualizado nestes link : www.opsforum.com.br

Esperamos seu cadastro por lá !! Conteúdo atualizado !!


InícioFAQRegistrar-seLogin


Resident Evil 5 - Analise

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo
mcljo



Experiente Nível III

MensagemAssunto: Resident Evil 5 - Analise 17/03/09, 12:02 am

O ano era 2005 e Resident Evil 4 estava fresquinho nas prateleiras em sua versão para GameCube, lançada há apenas alguns meses na época. O mês, precisamente, foi julho, em seu vigésimo dia. Era o momento da Capcom revelar Resident Evil 5, o passo a frente da franquia, que tomava novos rumos. Após repetidos sucessos (e alguns poucos erros, é verdade) desde o primeiro game da série, uma guinada brusca foi dada na série, tanto em jogabilidade, quanto em história, que agora retirava o foco de atenções dos zumbis da Corporação Umbrella e mudava sua jogabilidade para algo mais centrado na ação em terceira pessoa com a câmera sobre os ombros, deixando um pouco de lado suas raízes como survival horror. Inicialmente, tais mudanças deixaram muitos jogadores desconfiados com a Capcom. Quando Resident Evil 4 saiu, o público ficou dividido. A grande maioria aprovou as mudanças, dizendo que todas foram para a melhor, enquanto uma outra porção repudiou as novidades na série e as discrepâncias que ela apresentava em relação aos episódios anteriores. O fato é que RE 4 foi um divisor de águas para a franquia e resultou em cinco versões, saídas uma após a outra, sendo uma até mesmo lançada para a nova geração, no Nintendo Wii, e uma para os celulares mais avançados. Se não tivesse obtido sucesso, a Capcom com certeza não teria realizado tantos relançamentos do mesmo jogo. Após a aventura de Leon S. Kennedy contra os terríveis ganados, o que viria a seguir?

Resident Evil 5 retorna a Chris Redfield, agora membro da BSAA (Bio-terrorism Security Assessment Alliance) e três vezes mais truculento e bombado do que sua última aparição. Chris, segundo muitos fãs, é o principal personagem de Resident Evil, juntamente com sua parceira do primeiro jogo, Jill Valentine. A opção da Capcom em recorrer ao personagem como central no novo título já demonstra o quanto eles se preocuparam em chamar a atenção dos antigos apreciadores, já que Redfield é também um dos favoritos dos fãs, principalmente entre os hardcores. No primeiro Resident Evil, jogar com ele, ao invés de Jill, era mais difícil. O personagem tinha menos itens e outras limitações que fizeram a festa de quem gosta de um belo desafio. Além de Chris, Albert Wesker, o clássico vilão, também retorna. Quando foi mostrado em trailer, Wesker parece exatamente o mesmo do primeiro game, mas isso será verdade? Só jogando para conferir. Entre os personagens que chegam, temos Excella, uma das diretoras da Tricell, nova empresa que irá atormentar a vida de nossos heróis, e Ricardo Irving, um espião. É fato que RE 5 traz diversos elementos clássicos de volta, inclusive uma trama mais voltada para ficção científica e laboratórios virulentos.

Retornando ao jogo deste review, Resident Evil 5 coloca Chris para investigar armas biológicas que estariam sendo produzidas a partir de uma versão modificada de um dos vírus que compõem o rol de ameaças da série. Os problemas iniciais ocorrem no país fictício Kijuju, no continente africano. Chegando lá, ele é recebido por Sheva Alomar, agente da divisão africana da BSAA e sua nova parceira. Sheva foi introduzida em um dos trailers de divulgação inicial do game. A personagem se juntou ao pequeno hall de heroínas negras nos games sem ser estereotipada, pois carrega os traços de uma mulher africana, mas sem exageros. Além do fato de ser belíssima, digitalmente falando. Com toda a certeza a jovem irá mexer com a libido de muito jogador por aí. Ela acompanha Chris em toda a ação do game, e aí entra a primeira novidade do jogo.

Atualmente, não há nada que faça mais sucesso em jogos do que o fator multiplayer, e a Capcom sabe disso. Talvez temendo ficar estranho um modo multiplayer no estilo ''mata-mata'', a produtora incluiu o co-op como modo de jogo, dentro da história. Um segundo jogador controla Sheva, enquanto o líder fica com Chris. Tal modo pode ser jogado tanto online quanto offline, em tela dividida. Na rede, há a opção de utilizar um headset para conversação e traçar estratégias contra os inimigos. O modo cooperativo foi uma excelente e inédita adição ao título, mas é uma faca de dois gumes, já que deixa o jogo extremamente dependente de uma segunda pessoa para ser jogado de forma completa. Jogando no single player, você encontrará dificuldades com a inteligência artificial de Sheva, já que não há opção para ir sozinho na aventura. A belíssima negra possui uma das piores IAs já feitas na história dos games, e não há como programá-la de forma mais precisa além de dar comandos como ''cover'', para auxílio, e ''attack'', para ir com tudo para cima dos inimigos. A personagem irá gastar balas nas piores horas ou ficar simplesmente parada quando você está sendo atacado, é oito ou oitenta. Também não é aconselhável dar muitos sprays de cura para a parceira, já que ela os gasta no mínimo sinal de ferimento. Mas há quem irá optar por deixá-la com boas armas e bons itens, para ela funcionar como um ''saco de pancadas útil'', alguém que vai apanhar antes de você, mas mesmo assim vai revidar de alguma forma.

Porém, em um jogo como Resident Evil, munição é primordial. Nos primeiros cenários, o uso da faca como ataque é quase que mandatório, já que a munição fica escassa e não há dinheiro suficiente para comprar mais, ao menos no início. De certa forma, parece que a Capcom sabia que essa IA seria problemática, por isso há um botão para chamar a parceira. Ao acioná-lo, ela para o que estiver fazendo e segue Chris, o que pode poupar algumas balas desperdiçadas. Tais fatores deixam claro que o game foi desenhado para ser jogado no modo cooperativo. A campanha no single player é, sim, divertida, mas a nata está no multiplayer, seja em rede ou offline. O multiplayer local, inclusive, tem uma boa configuração e uma segunda pessoa pode se juntar a você apenas pegando o segundo controle e apertando o botão start. O problema é que a tela fica dividida de uma forma um tanto estranha, com imagem reduzida tanto em cima quanto em baixo e cantos escuros. Apesar da estranheza, não há uma grande perda de ângulo de visão, mas tente jogar em um TV grande.

A jogabilidade continua quase irretocada em relação a Resident 4. Os comandos de mira, tiro e ataque corporal continuam os mesmos. A câmera está um pouco mais próxima do protagonista, ou seja, menos aberta, o que deixa o jogo quase em primeira pessoa. Apesar disso, a jogabilidade continua um pouco travada, exigindo movimentos rápidos que você simplesmente não pode fazer. Atirar e andar também não é possível, mas até aí, nenhum RE permite tal feito. Tímidas alterações e adaptações foram feitas no sistema de equipamentos e troca de armas. Na compra de novos itens, uma feliz mudança foi feita, pois não existe mais o sinistro mercador. Agora, entre um capítulo e outro, surge uma tela de compra e organização de inventário. A opção também aparece quando o jogador encontra o seu fim em um Game Over e escolhe continuar a aventura. Apesar de não ser muito realista (afinal, de onde Chris e Sheva compram as armas e objetos?), a medida funciona bem e não altera de forma ruim ou insere um personagem praticamente inútil no game, como foi em seu antecessor. O dinheiro pode ser adquirido de várias maneiras.l Pode-se achar quebrando caixotes e barris nos cenários, derrotando inimigos, ou vendendo pedras preciosas e outros objetos valiosos achados ao derrotar chefes ou encontrar em baús escondidos.

Nos combates, continuam sequências de QTE (o quick time events) utilizados em RE 4. Vez ou outra, surgirá um botão para ser pressionado que ativará um gancho ou um chute que seus personagens irão aplicar nos inimigos. Nas batalhas contra chefes, algumas sequências maiores precisarão ser pressionados, tudo altamente inspirado em jogos como God of War. Tal título, aliás, é também inspiração para muitas das criaturas que você enfrentará. Resident Evil 5 parece seguir fielmente a cartilha de inimigos gigantescos. Quanto maior, melhor a diversão e maior o prazer ao derrubá-lo com um mero ser humano. Além de gigantescos, prepare-se também para encontrar monstros cada vez mais grotescos, o que neste caso é bom. Tentáculos para lá, cabeças gigantes para cá, uma pessoa deformada aqui, outra com o peito estourado ali. O game pode não trazer mais os clássicos, lentos e burros zumbis, mas suas ''formas evoluídas'' são tão aterradoras quanto, mesmo que o jogo não dê muitos sustos e se foque mais na tensão propriamente dita. Apesar de termos inimigos bem variados, em algumas partes eles ficam um pouco repetitivos, mas espere por surpresas. E esteja atento, os combates envolvem planejamento e estratégia em boa parte da aventura e o design das fases favorece isso. Por exemplo, para enfrentar uma horda de pessoas infectadas, poderá ser necessário se proteger atrás de uma barricada ou subir em um local alto e derrubar a escada para ficar atirando de lá de cima sem ser pego. Um ponto altamente positivo, diga-se, principalmente quando jogado com outra pessoa.

Se os produtores, por um lado, quiseram trazer elementos do primeiro Resident Evil, é verdade que em alguns momentos eles não souberam como utilizar esses recursos. Em alguns capítulos você irá encontrar os clássicos objetivos de ''ache quatro objetos para abrir esta porta'', ou quebra-cabeças dignos de Tomb Raider, inclusive dentro de ruínas, tudo muito forçado. Nesse quesito, é quase que um Resident Evil Indiana Jones, praticamente. O exagero nesse sentido provavelmente foi para reafirmar a volta às origens da série, mas esqueceram de avisar à Capcom que os títulos clássicos não eram feito apenas de puzzles em grande quantidade, um atrás do outro, como ocorre aqui. Lembra do quebra-cabeças do primeiro jogo, quando temos que empurrar uma estátua para pegar uma pedra vermelha e usá-lá bem mais para frente do game? Pois é, desafios um pouco mais inteligentes como este não são encontrados aqui e tudo se resume a empurrar coisas e mudar focos de raios de luz.

Um ponto legal que vale um comentário é que a produção se preocupou em apresentar a saga aos novatos. O Xbox 360, ou o console anterior da Microsoft, por exemplo, nunca tiveram um título da série, nem mesmo os spin-offs mais caça-niqueis. A história não chega a exigir tanto de conhecimento prévio, apesar de trazer personagens clássicos. Além disso, a Capcom incluiu um resumo da franquia em trechos nas telas de loading. Esses trechos remetem a antes mesmo do primeiro jogo, na linha de tempo da série, contando fatos das décadas de 60 ou 70, até antes da fundação da Corporação Umbrella. Mesmo os iniciantes não ficarão muito perdidos, mas, se você puder, procure consultar algum artigo ou resumo sobre Resident Evil na internet ou em alguma revista, é aconselhável para se ter uma experiência completa.

Falando e experiência completa, a Capcom também preparou o terreno para a chegada do game com uma bela jogada de ''cross-marketing'', ou seja, misturando mídias. Na verdade, a história de RE 5 começa no filme animado Resident Evil: Degeneration. Lá surge a Tricell e uma das ameaças que irá dar as caras neste jogo. Além do filme, também foram divulgados pequenos vídeos virais, que contavam com atores reais representando Chris, Sheva e até mesmo Claire Redfield. Os virais, na verdade, se passam após o game, com o retorno de um perturbado Chris depois da missão na África, deixando quem vê no clima certo para se preparar para os eventos que ocorrerão.

Apesar de preparar o terreno para os novatos, com vídeos, filmes, e textos explicatívos, o game tem dificuldade desbalanceada. Mesmo no nível mais fácil o jogador mais hardcore encontrará dificuldade em alguns chefes e nas hordas de inimigos comuns. Os itens ficam mais escassos a medida em que se joga em uma dificuldade mais alta e os inimigos mais durões e, acima de tudo, mais quantidade, o que pode prolongar as horas de jogo. No quesito tempo, Resident Evil 5 é menor que o anterior. Jogando o modo principal em uma dificuldade média apenas se preocupando em atravessar as fases pode-se terminar o game em menos de oito horas. Se quiser coletar tudo, jogar no nível mais difícil e fazer um bonito 100%, aumente para mais de 10 horas de gameplay. Felizmente, o fator replay foi valorizado e há muita coisa destrancável, como novas roupas e armas, além do New Game+, que inclui alguns bônus como armas com munição infinita. Mas, o melhor destrancável é o modo Mercenaries, presente na série desde Resident Evil 3. Aqui, você pode escolher diversos personagens, inclusive secretos e suas roupas extras, para cumprir as missões em tempos determinados. É possível jogar em multiplayer local, mas infelizmente o online não é suportado. Novas ramificações do Mercenaries são prometidas pela Capcom, como um mofo ''Versus'', que virá por meio de conteúdo pago por download.

Finalizando, abordando um pouco a questão sobre racismo que envolveu o jogo em seus primeiros anúncios não passa de pura preocupação por nada. A história se passa na África, mesmo em um país fictício, nada mais normal do que encontrarmos negros como principais inimigos. Mas, para reduzir alguns protestos, os produtores incluíram uma maior variedade de inimigos humanóides, de outras etnias. Não se espante ao encontrar um típico latino no meio dos sedentos nativos. E, para quem tiver dúvidas, as versões do PS3 e Xbox 360 estão praticamente idênticas. No console da Microsoft, há uma pequena diferença nas cutscenes, que parecem estar com um efeito de ''blur'', mas nada muito visível a olhos desatentos. Quem vai ligar para um detalhe insignificante desses quando uma turba de semi-zumbis está te atacando freneticamente? De resto, os controles, guardadas as devidas proporções, estão equivalentes e os gráficos em geral são similares. Até o multiplayer, comparando Live e PSN, funcionam da mesma forma, sem qualquer tipo de vantagem em relação à outra.

De certa forma, Resident Evil 5 é um retorno às raízes, misturando o que deu certo com o quarto capítulo com elementos clássicos da série, tudo para agradar uma gama ainda maior do público, mas nem tanto. Gráficos lindíssimos elevam o título a um dos mais bonitos desta geração, que também carrega um som de primeira. Há espaço para defeitos como puzzles desnecessários que não deixam claro qual direção a Capcom quer tomar, mas isso é pouco perto da grandeza que o game apresenta. Quem não gosta da nova jogabilidade achará menos dificuldade graças a ajuda de um parceiro, mas procure jogar em multiplayer, pois a inteligência artificial é extremamente mal trabalhada. O título se divide em ser um legítimo survival horror ou um game de tiro em terceira pessoa, o que mostra uma clara indecisão e gera inconsistência em alguns capítulos, mas nada que prejudique a experiência. De qualquer forma, Resident 5 é um verdadeiro game da série e remete aos 10 anos da franquia com personagens como Chris Redfield e outros.

Fonte: Finalboss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
o.corja



Experiente Nível I

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 18/03/09, 01:03 pm

Texto muito bom..

só aumenta minha expectativa com o jogo...

Encomenda já me foi "enviada",,, estou no aguardo ansioso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.orkut.com.br/Main?uid=1694591274222009783&aid=1213619
Fabyola



Experiente Nível III

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 20/03/09, 09:58 am

Realmente o jogo é bem pequenino,
mas é muuuuito bacana.
O final é bonzinho tbm.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.opsforum.com.br
Flávio



Intermediário Nível I

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 31/03/09, 01:42 am

O meu ainda tá lacrado, não tive tempo ainda!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RavenX



Master Nível II

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 31/03/09, 01:50 pm

Fabyola escreveu:
Realmente o jogo é bem pequenino,
mas é muuuuito bacana.
O final é bonzinho tbm.

Sério? Curtinho mesmo?
Que shits...
_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://br.youtube.com/RavenXBR
Flávio



Intermediário Nível I

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 31/03/09, 02:55 pm

O jogo é curto? Vi em sites e revistas que é de 15 a 20 horas de jogatina.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pertholion



Experiente Nível II

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 31/03/09, 04:03 pm

15 a 20 horas?
Até que ta bom... antes do lançamento ouvi gente dizendo q o jogo teria 8 horas de jogo... uaheuea
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mcljo



Experiente Nível III

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 01/04/09, 01:23 am

Eu tb to achando curto e rapido.. nao 15 a 20 horas. É que eu to jogando devagar mesmo pois Killzone 2 ta me tomando quase todo o tempo.

Ja to na 5-2 e falta pouco pro fim...
_________________
Jogos: killzone2, Resident Evil 5, Call of Duty 4, Little Big Planet, GTA 4, Motorstorm, Uncharted, GH Smash Hits, GHWT, Rock Band 2, GH Metallica, Beatles Rock Band e Uncharted 2



Recomendados: Victor, DFlino, Dayvison, marcelo_pet. RavenX, Jorge Ramone, Guerra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pavel Nedved



Intermediário Nível III

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 01/04/09, 11:09 pm

Tbm to jogando to na metade do jogo, e nao to achando tuam longo...
nao zerei ainda pq to zerando com um amigo meu, ai ele so pode sabado!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mantovann



Experiente Nível II

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 08/04/09, 02:24 pm

finalizei o jogo com 11 horas.... mais isso pq foi do zero,, agora com os upgrades nas armas.. se for rapido acho que da pra fazer um umas 5 horas...

mais mesmo sendo curto... o jogo vale muit a pena,,, bem divertido.. graficos otimos... sem falar que tem muita coisa pra fazer... (ganhar os trofeus) no caso,, foram muito bem planejados,, faz vc jogar varias vezes pra conquistar todos....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pavel Nedved



Intermediário Nível III

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 13/04/09, 12:02 am

hehe tbm zerei em 11 horas!
jogão!!!!!!!!!!!!!
e o modo versus, vale a pena?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mantovann



Experiente Nível II

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 13/04/09, 10:10 pm

Pavel Nedved escreveu:
hehe tbm zerei em 11 horas!
jogão!!!!!!!!!!!!!
e o modo versus, vale a pena?

eu gostei... achei bem divertido,, traz uma nova forma de jogar RE ....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mcljo



Experiente Nível III

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 18/04/09, 06:08 pm

Zerei tb no normal.....

O Legal é que ganhei o trofeu do normal e do easy. Agora vou a caça dos trofeis. Pelo que vi nao parece ser tao dificil.
_________________
Jogos: killzone2, Resident Evil 5, Call of Duty 4, Little Big Planet, GTA 4, Motorstorm, Uncharted, GH Smash Hits, GHWT, Rock Band 2, GH Metallica, Beatles Rock Band e Uncharted 2



Recomendados: Victor, DFlino, Dayvison, marcelo_pet. RavenX, Jorge Ramone, Guerra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felipe__Rocha



Intermediário Nível III

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 18/04/09, 07:21 pm

Jogaço! TOP dessa nova geração até agora. Muita gente criticou o jogo por estar muito parecido com o anterior, mas eu particularmente achei espetacular, em gráfico mesmo, pra mim só fica atrás de Killzone 2 e Uncharted. Adorei! to quase conseguindo a platina já.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mantovann



Experiente Nível II

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 22/04/09, 02:55 pm

terminei em 3 horas!! =DD mesmo assim nao deixa de ser um jogo fantastico... como disse o filipe... pra mim ta no TOP5 da nova geração!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zuca



Intermediário Nível III

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 22/04/09, 05:23 pm

3 horas??? cê não jogou... passou pelo jogo!!! hahhaha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mcljo



Experiente Nível III

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 22/04/09, 07:20 pm

3 horas na primeira vez?? eu levei 12 horas pra zerar a primeira...

Agora vou zerar de novo depois em menos de 5 horas pra pegar a Rocket Launcher infinita!!

Vou começar a jogar o Mercenaries e ja to tentando Platinar!!
_________________
Jogos: killzone2, Resident Evil 5, Call of Duty 4, Little Big Planet, GTA 4, Motorstorm, Uncharted, GH Smash Hits, GHWT, Rock Band 2, GH Metallica, Beatles Rock Band e Uncharted 2



Recomendados: Victor, DFlino, Dayvison, marcelo_pet. RavenX, Jorge Ramone, Guerra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mantovann



Experiente Nível II

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 22/04/09, 08:34 pm

mcljo escreveu:
3 horas na primeira vez?? eu levei 12 horas pra zerar a primeira...

Agora vou zerar de novo depois em menos de 5 horas pra pegar a Rocket Launcher infinita!!

Vou começar a jogar o Mercenaries e ja to tentando Platinar!!

nao cara.. heheh da primeira foi em 10 horas... em 3 foi com munição infinita no hand canon e na hydra!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anninha



Experiente Nível I

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 24/04/09, 09:14 pm

Alguém joga no modo on line?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Genfa_OPS



Master Nível III

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 24/04/09, 11:35 pm

To com o jogo... Agora se vou gostar não sei... Se não vendo logo pelo menos.... Joia
_________________
PSN ID BR: Genfa_OPS

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anninha



Experiente Nível I

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 25/04/09, 06:26 pm

Pô Genfa Resident 5 é um jogão, vende não, vamos jogar on! Joia
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pertholion



Experiente Nível II

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 25/04/09, 07:35 pm

se for vender, avisa ai em xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
JOAO_OPS



Iniciante Nível III

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 13/07/09, 12:26 pm

Tô precisando de ajuda para terminar o professional, só falta esse e mais um outro que não lembro agora para platinar...

Alguém interessado?

Abraços
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lcoelho02



Intermediário Nível II

MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise 10/11/09, 03:55 pm

Joao blz.

Eu terminei ontem e vou começar a jogar no modo pro , me adiciona e go matar majinis .
É só chamar que a gente joga .

Abraços
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Resident Evil 5 - Analise Hoje à(s) 12:51 am

Voltar ao Topo Ir em baixo

Resident Evil 5 - Analise

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Permissão deste fórum: Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Salão de Jogos :: Aventura -